terça-feira, 2 de outubro de 2012

VERSÃO – Nem o Clube do Remo escapou

        Nem o comentário feito, en passant, sobre o glorioso Clube do Remo, o Leão Azul, escapou do elenco de reparos feitos por Ronaldo Passarinho. Ele diverge veementemente de ter protagonizado uma desastrosa experiência de administração compartilhada com Ubirajara Salgado (foto), cujo corolário foi o rebaixamento do Clube do Remo. Na sua defesa, Ronaldo recorda que em 2004, quando foi rebaixado para a Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro, o Clube do Remo começou a temporada conquistando, com 100% de aproveitamento, o Campeonato Estadual. “O rebaixamento foi conseqüência de uma conspiração envolvendo de técnicos e jogadores”, sentencia, sem nominar, porém, os supostos algozes do Leão Azul.
        Nesse capítulo, Ronaldo novamente poupa Ubirajara Salgado (. Ao contrário deste, ele teve a coragem moral de assumir, publicamente, em declaração a O Liberal, o ônus da responsabilidade pelo rebaixamento do Clube do Remo. Dignidade que não revelou Salgado, que permaneceu silente a respeito do assunto, fazendo cara de paisagem.

Nenhum comentário: